Uncategorized

Óleo de jasmim: Fonte de equilíbrio e vitalidade

Óleo de jasmim

Um dos usos do óleo de jasmim é na aromaterapia, mais precisamente no combate à depressão. O produto ajuda a acalmar os nervos e equilibrar as emoções, de forma profunda, mas com delicadeza.

Ao ser utilizado em massagem corporal, o óleo essencial de jasmim auxilia na restauração da energia, vitalidade, otimismo e autoconfiança.

Quando aplicado na pele, ele ainda atua como tônico, um afrodisíaco luxuoso, sendo excelente para cútis secas ou sensíveis.

Pesquisando o uso do óleo de jasmim através dos tempos, encontramos relatos sobre seus poderes afrodisíacos e, ainda, constante presença em cerimonias indianas.

Assim como o gerânio, o jasmim é capaz de estimular o ânimo ou favorecer a sedação. Depende muito de qual necessidade a pessoa precisa solucionar.

Curiosidades e outras informações sobre o óleo de jasmim

O rico aroma noturno do jasmim deu à planta o título de ‘rainha da noite’, na Índia.

E mais: os chineses usavam o jasmim para higienizar o ambiente próximo aos doentes.

Também costumava ser servido desde os tempos mais remotos em quadros de doenças nervosas, insônia, dores de cabeça e embriaguez. O objetivo era ‘clarear’ a mente em diversas situações.

A planta é muito empregada em cosméticos, perfumes e sabonetes, mas a flor de jasmim também tem em seu ‘currículo’ outros atributos: no Ocidente, era usada para facilitar o parto; no Oriente, foram usadas para tratar a hepatite e a cirrose hepática.

No caso da gestação, é importante lembrar que o óleo de jasmim não deve ser utilizado até que as contrações estejam muito adiantadas, pois, nesta fase, é capaz de ajudar ao intensificar o processo e aliviar a dor.

Sua nota grave e seu aroma doce, exótico e floral deixam na pele uma sensação prolongada agradável – e um tanto quanto misteriosa.

O jasmim é oriundo da China e do Peru. Cultivado no Egito, Marrocos e Mediterrâneo, produz flores brancas no formato de estrela, com aroma inconfundível e delicioso.

Na China, é muito comum o consumo de chá de jasmim; enquanto na Indonésia, a planta serve de guarnição para a comida.

As flores de jasmim são colhidas somente à noite. A extração do óleo de jasmim é bastante delicada, sendo necessária uma quantidade grande de pétalas para fabricar o produto. O que torna o óleo caro para a maioria.

A boa notícia é que basta uma pequena porção dele para obter seus efeitos benéficos. E quando misturado com alfazema e tangerina, em forma de óleo vegetal, creme, loção ou gel, é capaz de estimular a renovação celular e melhorar a elasticidade da pele. Sem falar no cheirinho agradável e único…

Além da bergamota, o jasmim combina bem com sândalo, pau-rosa, néroli, lima, melissa ou erva-cidreira, salva esclareia, incenso, gerânio, rosa e ylang-ylang.

Conheça as propriedades e características do óleo de jasmim

  • Afrodisíaco
  • Analgésico suave
  • Animador
  • Antidepressivo, especialmente no pós-parto
  • Antiespasmódico
  • Anti-inflamatório
  • Antisséptico
  • Carminativo
  • Cicatrizante
  • Desintoxicante
  • Emoliente
  • Expectorante
  • Galactagogo (substância ou alimento que favorece a secreção láctea; galactógeno)
  • Parturiente
  • Sedativo e tônico (uterino)
  • Tranquilizante
  • Equilibra os hormônios
  • Alivia a dor menstrual
  • Combate infecção na vagina
  • É considerado coadjuvante em casos de impotência ou frigidez
  • Tem fama de auxiliar no aumento da quantidade de espermatozoides
  • Favorece a respiração regular e profunda
  • Acalma os brônquios, aliviando desconfortos como tosse ou perda de voz
  • Atua em casos de entorses e espasmos musculares

Afrodisíaco lendário, aliado da beleza e saúde, o óleo de jasmim tem um doce perfume e vários benefícios. Mas não custa lembrar: consulte sempre um profissional qualificado antes de usar um óleo essencial.

Na dúvida, procure orientação médica, para aproveitar as vantagens dos produtos com segurança e tranquilidade.

Até breve com outras dicas!

Deixe seu comentário!