Uncategorized

Óleo de Jojoba: Propriedades medicinais e cosméticas

Óleo de jojoba benefícios

Geração após geração, mesmo com a grande quantidade de opções nas prateleiras, o popular Óleo de Jojoba continua sendo um dos mais procurados para embelezamento dos cabelos e da pele.

E ainda atua como um fungicida natural. Por essas e outras razões, o produto é o tema do artigo de hoje.

Quase incolor e inodoro; de fácil manuseio e aplicação; textura fina. Assim é o Óleo de Jojoba, um produto com taxa de toxidade extremamente baixa, ou seja, com reduzidas chances de causar uma reação alérgica.

Nutrientes como zinco, cobre, iodo, silício, ácidos e cromo fazem parte da composição do óleo. É fonte também de vitaminas E (antioxidante) e do complexo B.

Basta uma pequena quantidade de Óleo de Jojoba na pele para deixá-la imediatamente brilhante, melhorando o aspecto ressecado da face e do corpo.

Você pode experimentar o óleo como removedor de maquiagem ou para limpeza habitual do rosto.
Um item achado facilmente em casas de produtos naturais ou de beleza, usado externamente como medicamento natural, em especial no combate a bactérias que provocam inflamação na pele.

O Óleo de Jojoba é indicado, ainda, como calmante de irritações na cútis. Com o diferencial de ser rapidamente absorvido, evitando a desagradável sensação deixada por resíduos oleosos de produtos semelhantes.

Veja mais forma de usar o Óleo de Jojoba

Pensa que acabou? Não! O combate à caspa é motivo extra para você aproveitar o Óleo de Jojoba e, de quebra, estimular o crescimento e a qualidade dos fios, evitando as indesejáveis pontas espigadas.

E como conseguir um cabelo lindo e saudável? Uma sugestão de uso é acrescentar 3 gotas desse óleo especial ao shampoo.

Para completar seu tratamento de beleza em casa, aqui estão duas receitas de condicionador natural para os cabelos. Veja como garantir uma hidratação intensiva com Óleo de Jojoba:

Cabelos secos

  • 1 Colher (sopa) de Óleo de Jojoba
  • 1 Gema de ovo
  • 2 Colheres (sopa) de proteína em pó
  • 3 Colheres (sopa) de água morna
  • 3 gotas de óleo essencial de gerânio
  • 7 gotas de óleo essencial de mirra

Cabelos normais

  • 1 Colher (sopa) de Óleo de Jojoba
  • 1 Gema de ovo
  • 2 Colheres (sopa) de proteína em pó
  • 3 Colheres (sopa) de água morna
  • 5 Gotas de óleo essencial de hortelã
  • 5 Gotas de óleo essencial de sálvia

Modo de usar: misture os ingredientes em um recipiente não metálico; lave os cabelos como de costume, aplique uma das receitas acima e deixe agir por de 3 a 5 minutos. Enxague e seque normalmente.

Se tiver cabelo muito comprido, é só duplicar a quantidade de cada ingrediente.

Mas se o seu cabelo é oleoso, não precisa desanimar. O Óleo de Jojoba também pode ser empregado nele, já que o produto trata o couro cabeludo.
Ou seja, promove uma limpeza profunda, removendo células mortas, desobstruindo a área e favorecendo a circulação sanguínea local.

Saiba mais…

O nome científico da jojoba é Simmondsia chinensis, um tipo de arbusto nativo de desertos (do Arizona, na Califórnia, e do México).

Por ter características similares ao óleo produzido pela pele, o óleo puro de jojoba costuma ser utilizado até mesmo nas peles oleosas e/ou acneicas.
A justificativa seria a seguinte: como ele atua imitando o óleo produzido pelo organismo, impediria a pele de produzir mais óleo, isto é, devolveria o equilíbrio. Será?

Na dúvida, que tal consultar seu dermatologista e trocar ideias sobre esse assunto?
Uma dica final: o ideal é que o Óleo de Jojoba seja puro, prensado a frio e orgânico, para assegurar suas propriedades.
Sucesso com ele! Até breve.

Deixe seu comentário!