Óleos para Cabelo

Óleo de menta é refrescante, revigorante e aliado da beleza

Começo com quatro dos principais benefícios do óleo de menta para nossa saúde: aliviar problemas no estômago e intestinos; ajudar no combate à herpes; redução de dores em geral; melhorar os processos respiratórios.

Quer saber mais? Dá uma olhada no post de hoje até o fim!

Esse verdadeiro remédio natural é capaz, ainda, de amenizar dores de cabeça (enxaquecas e cefaleias tensionais), inflamações, queimaduras leves; é analgésico para pancadas, baixa a febre e estimula a sudorese; reduz dores musculares e reumatismo.

Depois de um dia cansativo, o óleo de menta serve para amenizar o desconforto e o inchaço nos pés. Você precisa apenas colocar 10 gotas do produto em uma bacia com agua quente e relaxar…

Quem tem problemas respiratórios encontra no óleo de menta um bom aliado. Com ele, a bronquite, rouquidão, gripes e resfriados são menos intensos, recorrendo a vaporizações ou massagens no peito.

O óleo de menta contém ácido rosmarínico, uma substância que age diretamente sobre os causadores da asma.

Ele também pode dissolver o catarro e beneficiar os pacientes com tuberculose. Estudos indicam que a inalação do óleo de menta serve para diminuir a inflamação típica da doença e evitar seu agravamento.

Cansaço mental, queimaduras de sol, picadas de insetos e a TPM (Tensão Pré-Menstrual) não têm vez com um óleo de menta caprichado.

Experimente a sensação agradável e descongestionante de uma massagem suave no abdômen ou compressas no ventre, e mande a TPM pelos ares!

Para aumentar a vitalidade, a dica é pingar gotas de óleo de menta no quarto, como se ele fosse um aromatizador de ambientes.

E quanto à cosmética? Bem, aí também não faltam vantagens no uso do óleo de menta.

Por exemplo: regular a produção de sebo no rosto e a acne, além de melhorar o aspecto das cicatrizes deixadas pelas espinhas. Tonificar a pele e facilitar massagens em áreas com celulite é outra função do produto.

O óleo extraído da menta é recomendado para massagens nas pernas, ajudando a aliviar o cansaço, a retenção de líquidos e o desconforto provocado pelas varizes.

Nos cabelos, serve para eliminar caspa. Basta aplicar o óleo com os fios ainda úmidos, massagear suavemente e deixar o produto agir por uns minutinhos. Depois, é só enxaguar com água morna e lavar o cabelo como de costume.

Há quem prefira experimentar a refrescante sensação do óleo de menta utilizando-o como desodorante ou repelente de piolhos em crianças.

Veja como aproveitar o óleo de menta nos cabelos

Sabia que é possível estimular o crescimento capilar com a menta? Graças às propriedades antissépticas dela, que matam as bactérias no couro cabeludo, a raiz do cabelo pode ficar mais saudável.

Outra razão é que a menta favorece a circulação do sangue no local, potencializando a nutrição do folículo piloso. Resultado: o cabelo pode surgir mais forte e mais rápido.

Para completar as maravilhas que a menta é capaz de proporcionar às madeixas, estão também fatores como: controle do excesso de sebo nos fios e regulação dos níveis de pH, ou seja, evitando o ressecamento do cabelo.

O ideal ao utilizar o óleo essencial de menta é nunca aplicar o produto diretamente nos cabelos ou pele. Ele precisa ser diluído. Você pode fazer isso misturando-o com duas colheres de sopa de xampu. Bastam 10 gotas de óleo de menta e pronto, aplique o tratamento nos cabelos.

O óleo de abacate (15ml) também serve. Coloque-o em um recipiente com seis gotas de óleo essencial de menta, mexa bem e passe no couro cabeludo, sem esquecer de massagear todo ele. Depois de 15 minutos, lave o cabelo normalmente.

Óleos essenciais de oliva, semente de uva e amêndoas são outras excelentes opções para embelezar as madeixas junto com o óleo de menta.

Está esperando o que para ter os benefícios do óleo de menta na sua saúde e beleza? Adquira já o seu em lojas físicas ou pela internet. Usados com orientação e responsabilidade, produtos assim têm tudo para deixar nosso visual e bem-estar sempre em dia.

Deixe seu comentário!