Uncategorized

Óleo de palma combate ressecamento e envelhecimento da pele

Óleo de Palma

Com certeza, o óleo de palma não poderia ficar de fora da lista de óleos para tudo. E hoje você vai entender as razões pelas quais o dendê é um aliado da beleza e jovialidade.

Entre os motivos está seu alto poder de hidratação – perfeito para peles secas, que exigem mais cuidados.

Sol, vento, frio, poluição, entre outros fatores, deixam a pele com aspecto cansado, envelhecido. O óleo de palma possui ativos naturais capazes de regenerar e proteger cútis.

Ele é obtido a partir do fruto conhecido como Elaeis guineensis palma.

A vitamina E é um dos poderosos antioxidantes, com efeito de reconstrução da pele, encontrados na gordura de palma.

O óleo de palma vai além: oferece uma das melhores versões deste nutriente, com boa concentração de tocotrienois, elementos que protegem a cútis e reparam os danos já sofridos.

A vitamina A é outro antioxidante presente no produto, fazendo do óleo um elemento de prevenção da oxidação celular e da reconstrução das que foram prejudicadas.

Fora isso, o óleo de palma contém vitaminas D e K, potencializando os cuidados por meio de ação antibacteriana, hidratante e nutritiva. Ele também ajuda a combater acne e inflamações.

Brilho, maciez e controle do frizz podem ser citados como efeitos do óleo de dendê nos cabelos.

Curiosidades sobre a palma ou dendê

A palma ou dendê é o fruto do dendezeiro, uma espécie de palmeira originária da África e trazida ao Brasil no século XVII.

Malásia e Indonésia são os maiores produtores de palma no mundo, pois têm clima favorável ao plantio.

Por aqui, a planta é bastante adaptada ao clima tropical do litoral baiano.

Para extrair o óleo de palma, são realizadas diversas etapas. Depois da colheita dos frutos, eles são aquecidos a vapor, com objetivo de amolecer a polpa e, portanto, facilitar a fabricação do óleo.

A temperatura mais elevada também contribui para diminuir o tamanho das amêndoas, facilitando a retirada delas da casca.

Em seguida, os frutos passam por um digestor até formar uma massa que será prensada. Então, é obtido o óleo de palma bruto.

No final do processo, é produzido um óleo rico em ácidos graxos, como ácido palmítico, ácido esteárico, oleico e linoleico, além das vitaminas.

Da margarina ao chocolate; das velas aos cosméticos; dos lubrificantes ao sabão. O óleo de dendê pode ser aproveitado em uma grande variedade de produtos. Não é à toa que a substância, conhecida também como azeite de dendê, é um dos óleos vegetais mais produzidos no mundo.

Mas o óleo de palma está longe de ser apenas um elemento de recuperação celular. Ele é aproveitado ainda na culinária e na produção de combustível.

Como utilizar o óleo de palma na pele

O óleo de palma (dendê) serve para aplicação em estado puro ou em preparações específicas para a pele. Também costuma ser utilizado para reforçar a composição de cremes, xampus, condicionadores, loções e sabonetes.

No geral, óleos são recomendados especialmente para quem tem pele seca ou normal, já que podem acabar contribuindo para o aumento da oleosidade.

Mesmo com tantos benefícios, óleos como o de dendê, por exemplo, devem ser passados com cautela. O ideal é utilizar sempre substâncias específicas para o seu tipo de pele.

O envelhecimento natural do organismo é inevitável, mas o passar dos anos pode ser mais leve e lento quando aproveitamos os recursos certos. Para repor os óleos naturais da pele, o óleo de palma é um item indispensável.

Com ele, podemos evitar que a cútis fique seca demais e as células sofram quebras que resultam em linhas finas e rugas.

Até breve com mais óleos para tudo!

Deixe seu comentário!