Óleos para passar no cabelo: saiba como ter um visual de estrela

Exibir um look de celebridade tem lá seus truques e segredinhos que nem sempre significam produtos exóticos ou inacessíveis. Alguns deles eu conto tintim por tintim hoje: são os óleos para passar no cabelo.

Um que não poderia faltar nessa seleção de mimos é o famoso óleo de argan, eleito nos últimos anos – por profissionais e consumidores – o best friend da saúde e beleza das madeixas brasileiras.

O produto inspira cabeleireiros tops e beldades dos quatro cantos do país que não dispensam bons cuidados com a aparência. E os superpoderes do argan são confirmados por especialistas no assunto.

É que o óleo de argan é fonte importante de ácidos graxos (oleico e linoleico), além de vitamina E – elementos fundamentais para deixar o cabelo como uma seda.

São ingredientes condicionantes e substâncias nutritivas que ajudam a devolver proteína capilar e a reduzir a compactação da fibra do cabelo. O resultado: fios mais brilhantes e macios.

Ao combater o envelhecimento provocado por fatores externos como vento, sol, poluição e ar-condicionado, essa verdadeira fórmula mágica ajuda também a manter os cabelos longe do frizz, das pontas duplas, e com mais balanço e disciplina.

Um tesouro que o Oriente já conhece há séculos. Afinal, é lá que a árvore Argania spinosa cresce, dá frutos e serve de matéria-prima para diversos itens de autoestima e saúde daquele povo.

Apesar de não haver pesquisas atestando a ação do óleo de argan no cabelo, é possível sentir o toque agradável que ele deixa nos fios.

Um ritual de beleza que pode ir da pré-lavagem à finalização, pois o produto tem propriedades reparadoras e emolientes.

Se você nunca usou ou quer aprender novas formas de aplicar o líquido, aqui vai uma dica: esquente 1 colher (sobremesa) de óleo de argan por cinco segundos no micro-ondas.

Em seguida, passe nos fios massageando cada mecha. Aguarde 1 hora e lave o cabelo.

Outro jeito de turbinar seus cuidados com o visual é acrescentar cinco gotas do óleo à sua máscara capilar preferida.

Depois, basta passar no cabelo, que deve estar limpo e úmido. Evite o couro cabeludo e deixe a mistura por 15 minutos sob uma touca térmica. Retire-a enxaguando bem.

Saiba mais acessando a seguinte url: http://oleosparatudo.com/oleo-de-argan/

Óleo de abacate: selagem de pontas duplas e controle do frizz

Outro que não pode faltar no seu banheiro é o óleo de abacate. Puro ou adicionado a cremes e máscaras, potencializa a hidratação.

A sugestão para aproveitar da melhor forma possível tanto este quanto os demais óleos essenciais é respeitar a quantidade do produto em relação ao tipo de cabelo que será tratado.

Cabelos crespos, ressecados ou secos, por exemplo, podem receber o produto diariamente. Já nos fios oleosos, o recomendado é usar o óleo uma ou, no máximo, duas vezes por semana.

No entanto, se você faz procedimentos químicos (escova progressiva, definitiva, permanente, reflexo e coloração, entre outros) com frequência, também tem carta branca para aplicar o óleo a cada 24 horas.

Só não pode exagerar na dose! Duas a três gotas uma vez por dia é suficiente, combinado? Passar dessa medida, aumenta as chances de deixar os cabelos com aspecto pesado, oleoso demais.

E o que dizer de aplicar um óleo como o de abacate antes do secador ou da chapinha? Há quem afirme que isso “frita” os fios.

Porém, sendo um óleo essencial, isso não acontece. O problema está mesmo na temperatura da prancha, que chega a 300 graus célsius, isto é, o dano não é provocado pelo aquecimento do produto e, sim, pelo próprio equipamento.

Saiba mais sobre o Óleo de abacate acessando o seguinte link: http://oleosparatudo.com/oleo-de-abacate/

1 Comentário

Deixe seu comentário!